Fapesc premia iniciativas inovadoras de Santa Catarina

Fapesc premia iniciativas inovadoras de Santa Catarina

Blumenau emplaca vencedor na categoria Inventor Independente e 2º lugar em TCC Inovador

Dispositivo de segurança para evitar afogamentos em piscinas, aplicativos desenvolvidos em escolas públicas e pele humana in vitro. Essas foram algumas das soluções inovadoras reconhecidas na última quarta-feira, 19, pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) no Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer. A entrega dos troféus ocorreu no auditório da Acate, em Florianópolis, com a presença do Diretor Executivo do Instituto Gene, Fabiano Odebrecht, do Presidente da Gene, Udo Schroeder, e do governador do estado, Carlos Moisés.

Com 124 projetos e 30 finalistas em 11 categorias, a premiação homenageia projetos e serviços que impulsionam a inovação no estado. O governador destacou que prêmio, que é promovido pela Fapesc desde 2008, é uma forma de estimular boas iniciativas. “O objetivo é trazer solução em todas as áreas e diminuir o sofrimento das pessoas. O Governo do Estado também tem esse tom de trabalhar com inovação e estamos conseguindo avançar em diversas áreas, como o Governo sem Papel”, reforçou.

De Blumenau, duas iniciativas foram premiadas. Na categoria Inventor Independente, Sebastião Luiz Vieira, foi o vencedor com o “Safety Box”, um dispositivo de segurança para piscinas, de uso residência ou coletivo, que visa evitar acidentes por afogamento. Outro destaque oriundo de nossa região foi o 2º lugar na categoria TCC Inovador, com o “Equipamento para Dosagem dos Agregados de Massas em Canteiros de Obras”, do aluno da FURB Gustavo Mendes da Silva.

Além destes, o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, acrescentou que a premiação englobou vencedores de diversas regiões do estado. “Essas pessoas fazem e transformam nosso Estado no que ele é: um estado inovador, um estado empreendedor. Ficamos muito satisfeitos com todas as categorias premiadas e com os participantes, pessoas e empresas que mostraram que a inovação está no DNA de Santa Catarina”, afirmou.

Além de entidades privadas e pesquisadores, órgãos públicos também foram reconhecidos. A Defesa Civil de Santa Catarina, por exemplo, foi a vencedora na categoria Governo Inovador com o Centro Integrado de Gerenciamento de Risco e Desastres. “Passamos a ter uma resposta muito mais rápida a desastres. É um projeto moderno e inovador. É muito importante para nós, como um órgão público, estar dentro desse prêmio que envolve entidades privadas e outros projetos”, afirma o diretor de Gestão de Capacitação e Educação da Defesa Civil, Alexandre Corrêa Dutra.

A farmacêutica e professora da Udesc de Lages Maria de Lourdes Borba Magalhães também foi uma das premiadas da noite. Segunda colocada na categoria Agente de Inovação, ela conta que criou uma startup que está incubada no Orion Parque Tecnológico da Serra Catarinense. “O reconhecimento é muito importante. Existem várias políticas públicas que auxiliam, mas esse prêmio reconhece o trabalho no final do processo”, pontuou.

E esses exemplos servem de inspiração para os pesquisadores que ainda estão no início desta trajetória, como é o caso de Gustavan Henrique Fainello Pavão, de 15 anos, que ganhou o segundo lugar na categoria Jovem Inovador. O estudante da Escola de Educação Básica Antônio Morandini, em Chapecó, desenvolveu um fone que, por meio da vibração, permite que a pessoa com alguma deficiência ou surda possa escutar. A meta agora é avançar. “Estou muito feliz com o prêmio de hoje e o plano agora é melhorar a solução”, projetou.

Participaram da cerimônia secretários de Estado, autoridades e profissionais do ecossistema de inovação.

Sobre o Prêmio
Esta edição do Prêmio Inovação Catarinense teve 124 projetos inscritos em 11 categorias, vindos de empresas privadas, órgãos públicos e, especialmente, de setores da educação, que estão formando novas gerações de pesquisadores e empreendedores. Há também entre os finalistas jovens talentos de escolas públicas que usam a tecnologia e a inovação para buscar soluções nas áreas sociais e ambientais.

Imagens do evento:

Sebastião Luiz Vieira, de Blumenau, primeiro lugar na categoria Inventor Independente, com o Safety Box Dispositivo de Segurança para Piscinas.


Gustavo Mendes da Silva, aluno da FURB, de Blumenau, 2º lugar na categoria TCC Inovador, com o Equipamento para Dosagem dos Agregados de Massas em Canteiros de Obras.

Imagens: Fapesc

Fonte: Fapesc