CIB será sede da associação de investidores anjos – o SC Angels

CIB será sede da associação de investidores anjos – o SC Angels

A partir desta quinta-feira, 25 de março, o Centro de Inovação Blumenau (CIB) passa a ser sede oficial da SC Angels, a associação de investidores anjos representando a região do Médio Vale do Itajaí. A entidade foi formalizada nesta manhã e já nasce com cerca de 50 associados. “Somos um polo tecnológico com muitas startups surgindo, que vão precisar de muito capital, mentoria e conexões para vencerem os muitos desafios da jornada empreendedora, por isso a ideia de criar esta oferta na figura de uma associação”, explica o empresário Cacio Packer, idealizador da iniciativa e investidor anjo há cerca de dois anos.

Os integrantes da primeira diretoria também foram empossados. Rafael Silva, CEO da Israel Capital e investidor anjo desde 2011 será o diretor-presidente; Tiago Nicchellatti, que é o consultor de inovação e integração do CIB será vice-diretor-presidente; Mauri Fernandes, será diretor tesoureiro e Fabio Bonessi diretor-secretário.

“A proposta da associação é oxigenar o ecossistema e trazer mais recursos para a nossa região. E sairmos com quase 50 associados já é um passo importante: mostra que podemos crescer ainda mais”, diz Rafael, citando que já há investidores de Blumenau, Florianópolis, Tubarão e Joinville no grupo. O diretor-presidente conta ainda que a escolha do Centro de Inovação Blumenau como sede da associação foi estratégica. “O CIB é um grande acelerador de negócios”, descreveu.

Cacio explica também que a associação tem três eixos principais de atuação: formar, capacitar pessoas que tenham perfil de investir; dar oportunidade de investimentos para associados com mais experiência; e, fortalecer a participação de todos no processo de investimento.

Logo após a formalização da primeira reunião da diretoria, o grupo já assistiu à pitchs de três startups que são residentes no Centro de Inovação Blumenau, conhecendo um pouco sobre o negócio de cada uma.


A SC Angels
A associação surgiu de vertical temática que funcionava na Blusoft, entidade ligada ao fomento do setor tecnológico de Blumenau, e uma das empresas residentes do Centro de Inovação Blumenau. Como a ideia foi crescendo, a vertical acabou fazendo um spin off e foi transformada em associação. Os encontros dos investidores será mensal, no Centro de Inovação Blumenau.