Centro de Inovação Blumenau coordena fase regional da Conferência de Ciência, Tecnologia e Inovação

Centro de Inovação Blumenau coordena fase regional da Conferência de Ciência, Tecnologia e Inovação

O Centro de Inovação Blumenau – CIB – vai coordenar a fase regional da VI Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CECTI), evento organizado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e pela Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc). A abertura oficial do evento será nesta quinta-feira, 25 de fevereiro, às 14h, via on-line. As etapas regionais começam no mês de abril e seguem até junho.

Para a região do Médio e Alto Vale do Itajaí, a coordenação dos trabalhos estará sob responsabilidade do Centro de Inovação Blumenau. “É imensamente gratificante participar da VI CECTI, pois teremos um panorama da maturidade de inovação em Santa Catarina bem como compreenderemos a percepção dos atores envolvidos nessa temática”, comenta Henrique Carvalho, consultor de inovação e integração que atua junto ao CIB na coordenação regional.

O objetivo principal do evento é coletar as percepções dos representantes do ecossistema de CTI do Estado de Santa Catarina, analisar essas informações e gerar um documento com estratégias de crescimento e fortalecimento do setor. Para isso, a Conferência Estadual vai conectar atores da academia, empresas, entidades e da sociedade civil organizada.

As inscrições para a conferência podem ser feitas clicando aqui.

Encontros regionais

Para que todas as regiões possam ser representadas, o Estado foi dividido em seis regionais: Grande Florianópolis, Serra, Sul, Oeste e Meio Oeste, Norte e Planalto Norte e Vale e Alto Vale do Itajaí. Os encontros regionais começam no mês de abril e vão usar a metodologia desenvolvida pelo Programa de Pós-graduação de Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). “O modelo permite que os catarinenses avaliem seus sistemas regionais de CTI, em percepção compartilhada por atores das quatro hélices de sistemas de inovação: academia, governo, setor empresarial e sociedade civil organizada”, explica o professor Roberto Pacheco, coordenador do PPGEGC.

Em cada encontro, 10 grupos de trabalho vão analisar as informações sob oito dimensões de seu sistema regional: instituições, infraestrutura, mercado, desenvolvimento regional, educação, ciência, tecnologia e inovação.

Nas reuniões dos grupos, cidadãos vinculados à academia, ao governo, ao setor empresarial e à sociedade civil organizada, discutirão as dimensões de seu sistema regional de forma coletiva, porém privada (estes serão os únicos momentos não transmitidos pela internet). Após essas será realizada uma mesa onde cada representante dos GTs mostrará os resultados. Essa parte é pública e poderá ser acompanhada online, assim como o encerramento regional.

Em maio, novos encontros serão realizados nas mesmas regionais, nas chamadas reuniões devolutivas, onde será apresentado o resultado dos encontros anteriores. O encerramento oficial da Conferência Estadual será em 10 de junho. Para mais detalhes acesse http://www.conferenciacti.sc.gov.br/